Notícias

Restauração de Notre-Dame pode demorar de 10 a 20 anos

05 de outubro de 2019
https://civilizacaoengenheira.wordpress.com/

Quanto tempo será necessário para restaurar a catedral de Notre-Dame? Será possível recuperar a joia arquitetônica da maneira como ela era antes da tragédia? Quanto custará? Seguem abaixo uma análise sobre a catedral de Paris de mais de 850 anos após seu incêndio devastador.

 

Histórico

Um dos pontos turísticos mais famosos do mundo é a Catedral de Notre-Dame que fica em Paris, cidade da França. Começou a ser construída em 1163, levando 200 anos para ficar pronta, sendo uma das construções mais antigas do país, compondo em seus detalhes um estilo gótico, decorado com pedras e vitrais que recriam histórias bíblicas. A animação O Corcunda de Notre-Dame não tem esse nome por acaso. A história, baseada no livro do famoso escritor francês Victor Hugo, tem a igreja como cenário principal. O personagem principal das obras é o corcunda Quasímodo, que mora e trabalha na Catedral e se apaixona pela cigana Esmeralda. A igreja não era apenas um simples prédio com contornos e formas rústicas, mas um local que guardava muitas histórias que marcaram a vida e memória do povo francês sendo, por exemplo, palco da coroação do imperados da França, Napoleão Bonaparte, em 1804.

corcunda.jpg?w=432&h=216

 

Principais elementos

  • A Flecha

Torre era feita de 500 toneladas de madeira e 250 toneladas de chumbo. Na sua base, estavam conjuntos de estátuas de bronze, represetando os 12 apóstolos e os quatro evangelistas;

  • Laterais

Nas fachadas norte e sul ficam outras duas rosáceas, opostas uma a outra, com pouco mais de 13 metros de diâmetro;

  • Vitral

No centro da fachada, há uma estátua da Virgem Maria com o menino Jesus no colo. Ao fundo, há uma rosácea, uma espécie de vitral;

  • Portais

São três, sendo o central o portal do Julgamento, dedicado à passagem bíblica do juízo final

  • Torres

Podiam ser visitadas após subir cerca de 400 degraus. De cima era possível ver Paris e as famosas gárgulas, esculturas de animais monstruosos

3d.jpg?w=430&h=322

 

Incêndio

Na ultima segunda- feira, dia 15/04/2019, por volta de 18:50, a catedral foi tomada por um incêndio que gerarou nove horas de trabalho para controle do fogo, mobilização de mais de 500 bombeiros e lágrimas, orações e cantos de pessoas em todo o mundo.O telhado ficou destruído e grande parte da estrutura da igreja ficou extremamente danificada junto com as esculturas presentes. A igreja apresentava patologias em sua estrutura devido abandono e falta de manutenções periódicas.

A catedral passava por um processo de restauração em sua torre estimado em US$ 6,8 milhões (R$ 26,8 milhões). Seria feita uma renovação na "agulha" de 250 toneladas de chumbo que ficava no topo da principal torre. Segundo o corpo de bombeiros, o incêndio provavelmente está ligado às obras.

"A gente tem, em Notre-Dame, elementos de ferro fundido. Um possível processo de solda, que gera fagulha, pode sim causar um acidente desse porte, ainda mais quando se tem uma edificação com boa parte do material inflamável. Lá também tinha madeira, que tem alto poder de combustão", analisa o arquiteto Rafael Magalhães.

incendio.jpg?w=485&h=273

 

Recuperação

  • Custo da restauração

Os valores mudam de acordo com as técnicas tradicionais ou mais novas que poderiam ser utilizadas, mas superam várias centenas de milhões de euros, segundo os especialistas. A onda de solidariedade em menos de 24 horas permitirá cobrir o orçamento. "Desta vez, dinheiro não faltará", disse o jornalista francês especializado em história Stéphane Bern, em referência ao fato de que muitos monumentos na França estão em risco e sem financiamento.

  • Prazos

Os prognósticos sobre os prazos da restauração são muito variáveis. As obras levarão "entre 10 e 20 anos no mínimo", de acordo com Bern. Dependerá da avaliação dos danos, da perícia, das licitações. Também dos trabalhos preparatórios, de saneamento, de consolidação e de secagem. Uma vez superadas todas as etapas e após a seleção das empresas competentes, a restauração efetiva da catedral será relativamente rápida, segundo os especialistas.

  • Licitações

Ao contrário das catedrais de outros países ou do templo de Estrasburgo (leste da França), que não pertencem ao Estado, a restauração da catedral de Paris obedece às complexas regras das licitações públicas: as empresas selecionadas usam terceirizadas, que por sua vez também podem recorrer a outras empresas. Estas podem inclusive contratar "pessoas pouco qualificadas" para as obras, segundo um arquiteto que pediu anonimato. O sistema estatal é considerado por alguns arquitetos menos seguro para o controle diário sobre a conservação de um monumento. No caso da catedral de Estrasburgo, uma equipe verifica a cada dia seu estado.

  • Seguro

Quem foi responsável por quê? Primeiro será necessário determinar a origem da tragédia e suas circunstâncias – algo que não se anuncia nada fácil -, para estabelecer o papel do seguro.

  • Reabertura ao público

O interior da catedral poderia ser reaberto ao público rapidamente, o que é desejado tanto pelo governo como pela arquidiocese. Mas primeiro será necessário verificar a estrutura do monumento.

  • Abóbadas

As abóbadas podem ter ficado fragilizadas por vários choques térmicos sucessivos, primeiro o fogo e depois a água, que saturaram as vigas. Serão necessários estudos prolongados e minuciosos.

  • Armaduras

Restabelecer a silhueta original da catedral não representa um grande problema, mas a magnífica carpintaria, sobretudo as do coro e a nave, com seus rastros de história desde o século XII, foram perdidos para sempre. Este conjunto era um dos mais belos da França e esta é uma grande perda para o patrimônio, como testemunho de uma herança de artesãos, uma habilidade transmitida de geração para geração. Muitos arquitetos querem que as peças de carvalho sejam refeitas com respeito ao conhecimento ancestral. Outros defendem uma reconstrução mais rápida, com estruturas de metal ou concreto.

  • Flecha

A reconstituição do pináculo (conhecido como flecha) não deve representar um problema, pois foi construído no século XIX.

  • Andaimes

Andaimes gigantes e complexos devem ser utilizados. E provavelmente colocado acima da catedral uma espécie de guarda-chuva gigante para permitir ao teto secar. Depois a madeira deverá ser retirada para evitar um desequilíbrio e terá início a fase de secagem geral. Se fosse necessário apoiar as abóbadas que ficam a 33 metros, a operação com os andaimes seria ainda mais complexa.

Comente essa publicao